Oito perguntas sobre a SITY


O ultracompetitivo mercado de mobilidade urbana não vive seu melhor momento. Atingido em cheio pela pandemia do coronavírus, algumas empresas do setor encerraram suas operações em 14 cidades no Brasil;

Mas nada disso parece abalar a Sity, um aplicativo de mobilidade criado "made in Brasil" e que vem competindo no mercado de corridas compartilhadas. Criado em 2017, a startup vem tentando agradar os dois lados da equação para crescer: a partir da criação de um fundo de R$ 2 milhões, vem oferecendo descontos para que passageiros e empresas possam usar seus serviços. Já para os motoristas, a companhia afirma cobrar uma taxa menor que a da concorrência, além de parcerias que podem trazer outras vantagens para a categoria.

E para saber mais sobre os planos da empresa para crescer em um setor tão visado, as “Oito perguntas sobre" deste domingo conversou com Fernando Ângelo, CEO da SITY, para saber como a companhia pretende garantir a sua fatia no setor. Fernando Ângelo - CEO da Sity Confira como foi o papo:

Canaltech - A Sity, hoje, concorre com pesos-pesados. Como competir com essas empresas no mercado de mobilidade? Fernando Ângelo: É necessário pensar fora da caixa para concorrer com grandes empresas. Focando em transformar um problema que as outras organizações não deram a devida atenção. Nos transportes, por exemplo, cuidar bem do motorista e promover maior segurança a ele e o passageiro são fatores que martelam na cabeça das grandes empresas de aplicativo, mas que não têm a devida atenção.

Nesse sentido, com tantas pessoas precisando trabalhar como motoristas de aplicativo mesmo em um período em que a segurança e a desvalorização da profissão eram constantes, por que não olhar com cuidado para essas problemáticas do setor para transformar o trabalho desses profissionais, e ainda trazer mais credibilidade para a empresa do app? Nosso grande diferencial é justamente a preocupação com o bem-estar dos motoristas, que encaramos como nossos parceiros. Acreditamos que quanto mais bem cuidados eles estiverem, isso refletirá no atendimento ao cliente também.

E sem esquecer do passageiro, neste caso, focamos em uma tarifa mais barata do que os nossos concorrentes, e também não temos a tarifa dinâmica, pois não achamos justo cobrar um preço fora da realidade de nossos passageiros. E mesmo assim sem cobrar o dinâmico e tendo uma tarifa justa, conseguimos ser a empresa que mais remunera o motorista por corridas. Isto é cuidar do motorista, para ele cuidar ainda melhor de seus passageiros.

CT - Quais são os maiores diferenciais que a Sity oferece aos motoristas? Hoje, qual é o tamanho da base de condutores da empresa?

F.A.: O maior diferencial da SITY Inc hoje é que colocamos o motorista em primeiro lugar nas nossas tomadas de decisão, e com isso conseguimos, por tabela, oferecer um serviço cada vez melhor para os nossos passageiros. Com a menor taxa do mercado, os motoristas podem ganhar mais e, sendo melhor remunerados, podem trabalhar menos, descansar mais, gerando qualidade e segurança para todos os envolvidos. O aplicativo é ainda o único do mercado em que o motorista visualiza a foto e nome completo do passageiro, bem como o endereço de destino e a forma de pagamento, no momento da chamada, ainda antes de aceitar a corrida. Também estamos oferecendo um bônus de 100 reais aos motoristas que indicarem colegas para dirigir pelo app — recebido somente quando o indicado completa 100 corridas realizadas. Outro ponto é que acabamos de fechar uma parceria exclusiva com o Banco PAN, para usufruir das vantagens, basta abrir uma conta digital PAN, por meio de nossos canais (aplicativo SITY ou atendimento SITY), para os motoristas a SITY Inc oferecerá isenção por três meses da tarifa de corridas e descontos exclusivos no programa de recompensas PAN+ e 18 meses de isenção da mensalidade na tag veicular Veloe, outro parceiro do Banco no setor de mobilidade, aceito em pedágios, shoppings e estacionamentos. Hoje ultrapassamos a marca de 100.000 passageiros com contas ativas no aplicativo, e mais de 40 mil motoristas ativos. A expectativa é chegar a 80.000 motoristas e mais de 2 milhões de passageiros até o final de 2020.

CT - A taxa de 20% é um dos diferenciais propagados pela Sity para atrair os condutores. Essa taxa é mantida ao longo da parceria ou depois há um aumento?

F.A.: A SITY cobra uma fatia de 20% por corrida, mas com os atuais parceiros (Banco Pan), quem aderir a conta digital do banco por meio do aplicativo SITY ou canais de atendimento SITY, estamos oferecendo a taxa 0% para os motoristas durante os próximos 3 meses. Após este período o taxa fixa de nossos motorista volta a ser 20%. valores que podem passar dos 25% ou 30% em outros aplicativos.

CT - Com uma base de motoristas, o outro lado da equação é atrair usuários. Quais as estratégias da Sity para isso, em quantas cidades a empresa atua e qual é o cronograma de expansão pelo Brasil?

F.A.: Além de toda a questão da segurança e da relação mais próxima entre motorista e passageiros, também oferecemos alguns benefícios. A parceria com o Banco PAN, por exemplo, também é válida para eles, neste caso, quem pagar as corridas com cartão de crédito ou débito PAN terá acesso a vouchers de 10% de desconto, válidos em todas as corridas, de qualquer valor e em todas as cidades onde o app está disponível. Os descontos válidos no programa de recompensa PAN+ e Veloe também estão disponíveis aos clientes. Recentemente oferecemos vouchers de desconto para aqueles que realmente precisavam sair de casa durante a pandemia, oferecendo um meio de transporte mais seguro para quem tinha necessidade de se deslocar pela cidade. Começamos nossa atuação em São Paulo e no Rio de Janeiro, devido à grande procura pelo serviço e nosso mercado potencial brasileiro, decidimos investir em expandir a área de cobertura do aplicativo e o futuro parece promissor. No primeiro semestre a SITY Inc expandiu sua atuação para Porto Alegre e Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul; Florianópolis, em Santa Catarina; Cascavel e Curitiba, no Paraná; Vitória, no Espírito Santo; Belo Horizonte, em Minas Gerais; Salvador, na Bahia; Goiânia, em Goiás, e Brasília, no Distrito Federal. A ideia é seguir ampliando nacionalmente com o passar das semanas e a nossa expectativa é chegar em 200 cidades até o final de 2020.

CT - Obter lucro no setor de mobilidade vem se apresentando como um desafio pelas empresas. Concorrentes, por exemplo, vem apresentando prejuízos seguidos, até mesmo antes da pandemia. Como uma empresa desse mercado pode apresentar lucratividade?

F.A.: Entendemos que estas informações são questionáveis, e que os concorrentes não atingiram o resultado positivo, por motivos de decisões estratégicas deles, em focar em novos serviços e em sua diversificação de negócios, mas isto é uma opinião pessoal de nossa empresa. Desde o início de nosso projeto, temos a intenção de ter uma operação focada em resultados positivos, por isso, focamos em manter uma operação enxuta e com o foco em ser rentável, e estamos próximo desse objetivo. Estamos começando e apesar do momento de crise, e estamos consolidando nossa base de motoristas, para ter uma boa frota para atender à demanda agora e principalmente após a pandemia. Em paralelo, estamos trabalhando em campanhas para os usuários que realmente precisem sair de casa neste momento possam escolher uma maneira com mais conforto e segurança para se deslocar, livre de aglomerações, pela sua cidade. Além de ações para aumentar a rentabilidade dos motoristas, como seguir oferecendo taxas menores e um bônus de 100 reais àquele que indicarem outros colegas para se cadastrar no app. Eles recebem a bonificação assim que o motorista indicado completar 100 corridas realizadas. Outro ponto importante é que transportamos passageiros a preço justo para ajudar a todos nesse momento tão difícil, o que traz mais usuários. Com essa fórmula conseguimos nos diferenciar e crescer durante a pandemia como opção de transporte mais seguro e de qualidade a todos.

CT - A segurança nas viagens é uma preocupação constante para motoristas e passageiros. Como a Sity lida com essa questão em suas viagens?

F.A.: Todos os parceiros passam por um processo criterioso, com cadastro presencial, exame médico e vistoria dos carros, de forma a evitar surpresas desagradáveis e fraudes dentro da plataforma. No quesito de segurança a Sity mostra a foto do passageiro, por meio de uma selfie que o app solicita na primeira corrida, fazendo com que o motorista saiba previamente as características que o usuário irá levar, mostramos também o destino completo e a forma de pagamento da corrida. São reivindicações de toda classe de motoristas e que não são atendidas pelas concorrentes.

Além destes recursos, mantemos o contato direto com os motoristas e passageiros, através de nossos canais de atendimento, com o Whatsapp oficial e outros meios de comunicação, para sanar dúvidas e trazer orientações de segurança. Também há poucos dias lançamos o canal “JULIO DA SITY” no Youtube, a fim de trazer orientações de seguranças e usabilidades de nosso aplicativo a todos os motoristas.

CT - A crise da COVID-19 acertou em cheio as empresas de mobilidade. Como a Sity vem lidando com essa questão, tanto em uma eventual queda no número de corridas, quanto no processo de higienização dos carros?

F.A.: Temos acompanhado com muita atenção as orientações dos poderes públicos, assim Como as orientações do Ministério da Saúde, e temos levado orientações de higiene e segurança para todos os motoristas que estão trabalhando durante a pandemia. E mesmo sendo um período relativamente ruim para os nossos concorrentes, nós vimos a nossa base de usuários cresce. Os motoristas estão procurando novas empresas para poderem trabalhar, a fim de complementar as ofertas de corridas diárias que eles são acostumados a realizar. E por outro lado, os passageiros também têm dado cada vez mais prioridade para os carros da SITY, uma vez que eles estão tendo uma excelente experiência com nossos motoristas.

CT - Empresas concorrentes diversificaram seus serviços para além das corridas de passageiros, oferecendo entrega de compras, por exemplo. A Sity tem planos de seguir por um caminho semelhante?

F.A.: O objetivo da SITY é ser reconhecida como o melhor aplicativo de mobilidade do Brasil tanto para os motoristas, e passageiros, e se consolidar como 3 opção de aplicativo de mobilidade no Brasil. E por isso estamos focados em aumentar a nossa frota e angariar mais usuários, mas com a empresa consolidada da maneira que planejamos, temos a intenção de diversificar nossos serviços no futuro.